"Os amores mais bonitos são aqueles que nunca foram usados." Gabito Nunes.
Olha, cê me faz tão bem.
THEME ©
1 2 3 4 5 6 7 8
"Aqui estou eu…escrevendo um texto para a pessoa que eu tanto amo, talvez ela nem leia isso, mas não importa, na grande maioria das vezes faço isso para lembrar daqueles momentos que passamos juntas e olhar aquele lindo texto e chorar, chorar e chorar.
E com isso escrevo “Lembro daquele dia em que eu tanto esperava a meses, estava prestes a conhecer a pessoa que eu tanto amo, que amo mais que minha propria vida. Sentia um frio na barriga por medo dela não gostar de mim, vendo assim…pessoalmente, eu estava muito nervosa mas nada me segurava naquele dia, então sai de casa e fui para o shopping em que marcamos.
Ao chegar no shopping eu tremia tanto, sentia aquele frio na barriga porque esperava muito por esse momento, esperava muito por um abraço, por um beijo dela, mas pensando em tudo isso eu nem sequer notava o caminho que estava andando naqueles corredores mas continuei para achar o cinema pois foi la que marcamos de se encontrar.
Enquanto eu andava distraida, vi uma pessoa na escada rolante e logo meus olhos ficaram arregalados…sim, era ela, a menina que eu tanto amo. Ela parou ao chegar no mesmo piso em que eu estava e ficamos ali se olhando sem reação, até que ela abriu seus braços e deu um sorriso para mim, eu apenas corri em sua direção para abraça-la e quando nos abraçamos eu deitei minha cabeça em seu ombro e ficamos assim por minutos, até alguém nos chamar para assistir o filme, alias assistir não porque era impossivel assistir algo ao lado dela, isso não iria prestar. Mas com a chamada de alguém da familia fomos andando para o cinema até que ela pegou na minha mão e ai eu senti aquela tal ligação que os casais de novela e casais apaixonados tanto falam, isso foi estranho mas tão lindo porque nunca me senti assim, nunca mesmo, eu apenas olhei para aqueles olhos claros e dei um sorriso.
Quando chegamos ao cinema, um membro de minha familia foi comprar pipoca e resolveu nos deixar sozinhas, eu não sabia o que fazer, eu estava tão nervosa então respirei fundo e disse:
- Você poderia me dar um beijo?
Eu só fechei meus olhos e nos beijamos, foi tão rapido mas tão perfeito, nós rimos e ficamos vermelha porque foi uma situação meio boba, e aquele jeito dela brincalhão de tentar contar piadas que não tinham absolutamente graça nenhuma, aquilo me fazia rir mais do que as piadas mas depois de todas essas brincadeiras fomos assistir o filme, sentamos juntinhas e eu apenas olhei para a frente e tentei prestar atenção no filme até que virei para dar uma olhadinha no meu amor e peguei ela olhando para mim, ah aqueles olhos claros, meu deus, eu não aguentava isso então perguntei:
- O que você tanto olha para mim?
Ela respondeu de um jeito tão…sexy, talvez a palavra seja essa, então ela disse:
- Não pode mais olhar?
Eu apenas me debrucei da cadeira do cinema e a beijei lentamente. Beijamos nesse ritmo umas 5 vezes até que eu não aguentava mais aquilo então deitei em seu ombro e fiquei olhando no fundo dos seus olhos, apartir desse momento ela também não aguentou mais aquilo então tirou minha cabeça do seu ombro e puxou de leve meu cabelo e ficamos minutos se beijando, aquilo era tão bom, tão perfeito, mas uma hora teria que acabar, abrimos os olhos e ela sussurou em meu ouvido “Eu te amo muito” eu sorri e respondi “Eu também te amo meu amor” e a beijei, os beijos melhoravam a cada minuto. Ficamos nos beijando daquele jeito por uns 5 minutos e no final daquele beijo ela foi tentar me provocar, mordeu meus labios, não estou falando daquilo pra ser gostoso e sexy, ela arrancou sangue haha eu comecei a rir e via a menina que eu amo toda desesperada por ter feito isso, ela segurou meu rosto e disse:
- Me desculpa amor, eu nunca mais vou fazer isso.
Eu ria tanto daquela situação, mas logo esquecemos isso e fomos aproveitar aquele tempo que ainda tinhamos juntas com beijos, juras de amor, carinho, piadas, tudo.
Porém o filme acabou e levantamos da cadeira do cinema e fomos em direção a porta e saimos, era muito tarde, não poderiamos ficar mais tempo juntas então fomos de mãos dadas para a estação até eu ver/notar que o caminho dela seria diferente que o meu, eu a abracei e disse:
- Não vá embora, não me deixa não.
Ela fez um expressão triste e disse que tinha que ir, na hora que eu ouvi isso pulei em cima dela para dar um abraço daqueles apertados pois eu sentiria falta daquilo, e ela sussurou em meu ouvido:
- Eu te amo muito.
Eu deixei escapar algumas lagrimas e não soltei suas mãos por alguns segundos e quando soltei ela sorriu, falou que me amava muito e se foi.
Eu via ela indo embora, cada vez mais ela estava distante, eu lembro de chorar tanto ao ver aquilo, e nao queria isso de novo, nunca mais.
Eu descobri o que é amar e o que é ser amada de volta, e fiquei pensando nisso o caminho todo, e claro, naquela cena dela indo embora mas sabe, muitos momentos daqueles iriam se repetir porque eu tinha a certeza que eu ficaria com ela por muito tempo e que nós nos veriamos sempre que desse para se ver e realmente é o que acontece.
Se despedir é a pior parte mas infelizmente acontece para aquilo virar uma lembrança e aqui estou eu colocando esse minha lembrança para todos lerem do amor incondicional que eu sinto por essa garota.”
Eu não sei o porque de estar escrevendo isso mas uma certeza eu tenho, eu a amo mais que tudo."

— Ana Carolina.  (via girls-l-o-v-e-girls)


"Minha dor tem nome e endereço. É vizinha da felicidade que faleceu após a tristeza ter se suicidado. Seria poético se não fosse tão triste. Seria mentira se não fosse tão real."

Marcela. 

A vida é assim mesmo, um dia você quebra a cara no outro você toma no cu, resumindo você sempre tá na merda.











criou:

• Visit my Tumblr •